18

Fev

2015

Conheça dicas de segurança para o dia a dia

2015-02-11_11-29-51

Como uma das principais preocupações dos brasileiros, a violência tem se tornado foco cada vez maior dos especialistas. Seu combate, no entanto, pode ser obtido com algumas medidas simples. Quem dá as dicas é Aroldo Nojekovswi da Silva, técnico em segurança do Grupo Rudder.

Ao andar nas ruas

A recomendação é andar com o mínimo de objetos possível e atento a qualquer movimentação suspeita. Ruas e praças mal iluminadas devem ser evitadas, pois nesses locais o risco de assalto é maior. Caso sinta que está sendo seguido, deve-se entrar em algum estabelecimento próximo.

A bolsa transportada deve ser preferencialmente pequena e sempre colada ao corpo. Ela não deve ser aberta perto de estranhos ou na rua. Deixar joias e relógios em casa ao saber que vai caminhar bastante também contribui para não chamar a atenção de bandidos.

Documentos e dinheiro

Os documentos não devem ser originais, e sim cópias. Caso precise levar, deve-se atentar para não carregar os que forem desnecessários. Por exemplo, se está com a carteira de motorista, provavelmente o RG pode ficar em casa.

Quanto ao dinheiro, o ideal é andar com pouca quantidade. “Muitos desses assaltos que acontecem na rua são feitos por pessoas que querem dinheiro na hora. Então, andar com cartão de crédito é mais seguro”, explica ele.

Ele diz, ainda, que é importante não aceitar qualquer tipo de alimento de pessoas desconhecidas. “Nunca se sabe quando a comida está com alguma substância que fragiliza o indivíduo e facilita o assalto”, alerta.

O que fazer em caso de assalto

“Não reagir, seguindo as instruções dos bandidos, é a melhor estratégia. Eles já estão sob tensão e se as vítimas começarem a se estressar é pior”, orienta Silva.

Depois do assalto, deve-se fazer a ocorrência. “Muita gente não faz por achar que não precisa ou por constrangimento, mas é fundamental para as autoridades conseguirem fazer um mapeamento das regiões em que é necessário investir mais”, finaliza.

Botão pânico do WeSafe

O aplicativo WeSafe possui uma ferramenta que pode ajudar em caso de perigo. O botão de pânico, acionado apenas com um clique, avisa os outros integrantes cadastrados no aplicativo como protetores de que algo não está certo. É uma forma mais rápida, prática e eficiente de pedir socorro. Afinal, numa eventual situação de apuro muitas vezes não há tempo de fazer uma ligação telefônica.

2015-03-13_10-23-24

Cuidados com filhos e pessoas estranhas

Não dar informações pessoais, rejeitar alimentos e resistir a acompanhar pessoas que não são da confiança da família a qualquer lugar. Essas [...]

13/03/2015
2015-01-16_15-39-57

Brigas entre crianças: o que fazer?

Com as férias, a família passa ainda mais tempo junto. O que fazer então quando as crianças, primos ou irmãos não se entendem em determinadas [...]

28/01/2015
2015-02-11_11-29-51

Conheça dicas de segurança para o dia a dia

Como uma das principais preocupações dos brasileiros, a violência tem se tornado foco cada vez maior dos especialistas. Seu combate, no entanto, [...]

18/02/2015
2015-01-16_15-55-00

Dicas para deixar a casa segura nas férias

Início de ano é tempo para usufruir de descanso e repor as energias. Se sua família vai fazer isso em outra cidade, é fundamental deixar a casa [...]

04/02/2015